Notícias

Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2014

Caatinga vira atração turística em Triunfo

O contato com a diversidade da vegetação da caatinga, com os costumes do sertanejo que vive nesse biossistema e ainda com o rio Pajeú, um dos afluentes do São Francisco, são atrações da chamada “Mostra da Caatinga” o mais novo atrativo turístico de Triunfo. O recanto preparado para receber os turistas fica a 18 km da cidade, descendo mais de mil metros pela serra do sítio Brocotó até chegar no sítio Curralinho.

A pequena fazenda tem uma casa antiga que é a primeira parada dos visitantes e onde existe uma estrutura com banheiro, água e até um cardápio regional cujo carro chefe é a galinha caipira ou galinha de capoeira como chama o sertanejo. Também na casa existe um recanto onde estão reunidos objetos típicos da vida nordestina como alpercatas de couro, chocalhos e ferramentas agrícolas, além de artigos de artesanato e DVDs temáticos para a venda.

O destino principal são as trilhas existentes na fazenda e que vão de um a dez quilômetros a escolha dos visitantes. O roteiro pelo meio da vegetação e às margens do Rio Pajeú revela um conjunto com mais de cem espécies de plantas e cactos com flores e muitas delas com propriedades medicinais. Também se observa como essas espécies, que parecem mortas, ressurgem a qualquer chuva.

“É um produto turístico para vender ao mundo todo. Se a gente já tivesse um aeroporto em Serra Talhada, a gente venderia para os turistas da Copa” explica Pedro Júnior idealizador do roteiro. Ela conta ainda que o espaço foi preparado há um ano e, além de turistas, recebe estudantes da região para o passeio e aprendizado. “A gente chama de turismo pedagógico” explica.

O passeio pela “Mostra da Caatinga” dura em torno de 3 horas, incluindo o tempo do percurso da cidade ao local do atrativo. Os hotéis oferecem o pacote com transporte e guia especializado ao custo de R$ 30,00 por pessoa.