Notícias

Segunda-Feira, 10 de Junho de 2013

Jovens de Triunfo fazem arte com lição de artista que produz quadros com restos de madeira!

As 30 telas com cenas do cotidiano nordestino refletem a lição que um grupo de 17 jovens de Triunfo aprendeu na oficina com o artista plástico João Diniz. A maratona de aprendizado durou vinte dias de dedicação a uma técnica que reproduz com o pincel imagens figurativas como se fossem gravuras em uma única cor.   A II Exposição Cordel Triunfante está em cartaz até o dia 29 de junho com possibilidade do público comprar as obras produzidas na oficina. A mostra faz parte do projeto do artista financiado pela Fundação Nacional de Artes do Ministério da Cultura.   Na oficina, os alunos de escolas públicas de Triunfo e dos distritos de Canaã e Jericó conheceram de perto o trabalho do artista e como ele utiliza os restos de madeira para fazer arte. Com o foco na pintura, os participantes desenvolveram seus trabalhos em tela o que facilita o aprendizado.    "Não é sempre que aparece uma oportunidade como essa. Por isso que decidi participar" disse Luiene Lima, 14 anos, estudante do distrito de Jericó que retratou o drama da seca em seu quadro. Já os colegas dela, Riselson Roberto, 18, e Jearlison Amorim, de 15, pintaram Luiz Gonzaga e um casal sertanejo namorando, respectivamente. "Ele (Luiz Gonzaga) é o símbolo maior do Nordeste" explicou Riselson.   Há três anos, João Diniz produz quadros cujas moldura e superfície são de restos de móveis e piso do tipo taco. Outra característica é o uso apenas da cor preta com ausência de três dimensões, sem profundidade ou de claro-escuro. "Eu pinto a paisagem de Triunfo, as festas populares, o dia-a-dia do sertanejo" explica ele sobre o que costuma retratar.   Serviço: II Exposição Cordel Triunfante  Local: Cine Teatro Guarany, Triunfo Data: de 11 a 29 de junho